Ensaios‎ > ‎

Ensaios acústicos

Ensaios subjetivos

A engenharia acústica é uma ciência que deve considerar que o receptor .final de um ruído é o ser humano, em vez de um microfone ou qualquer outro dispositivo
técnico. Desta forma, a engenharia acústica precisa investigar as sensações e percepções que um som causa no homem. estas informações podem ser obtidas
em ensaios  utilizando técnicas de medição psicológica.

O uso de instrumentos de medida (medição) psicológica permite o acesso a essas informações para caracterização e avaliação dos estímulos de interesse. Dentre os métodos de medição psicológica que são comumente utilizados para a caracterização e avaliação subjetiva destacam-se a comparação pareada e o ordenamento, como métodos que fornecem dados ordinais, e escala de respostas, os métodos de estimativa de magnitude e o diferencial semântico, como métodos que fornecem dados (quase)-intervalares ou dados do tipo razão. Seja qual for o método escolhido, estes a princípio são generalizáveis e flexíveis. Devido à sua flexibilidade, a aplicação dos métodos requer a adaptação aos requerimentos de cada problema de pesquisa, considerando que instrumentos de medida padronizadas, a princípio, não existem.

Realizada a adaptação ao problema de pesquisa os métodos podem ser utilizados para medir limiares absolutos e diferenciais, desenvover escalas para quantificar a magnitude de sensações ou percepções evocadas por sons, ou para avaliar aspectos complexos como o desconforto causado por um som. 

Desta forma os métodos tem aplicações importantes na engenharia acústica. É possível desenvolver modelos de avaliação de conforto acústico ou determinar como um som precisa ser modificado para que alguma característica desagradável justamente desaparece.